“Se tiver medo, não faça… se for fazer, não tenha medo!”

Todos nós temos um momento em que somos provocados a agir, e esta ação é um limite entre “uma vida como sempre foi” e “a busca por novas experiências”. Na verdade… nós nascemos buscando novas experiências, já que crianças são naturalmente curiosas e ávidas por descobrir e viver. A mudança está em quando nos tornamos adultos.

Boletos, cobranças, padrões… e uma tentativa (ingênua e besta) por querer se enquadrar em grupos e querer agradar que nos conduz apenas para o óbvio, para os caminhos já trilhados… e para uma existência com uma certa dose de normalidade. E assim, vamos perdendo chances de conhecer e oportunidades de ir além.

Então… o que (te) aconteceu?

A vida não cobra nada, mas se você não tiver disposição e coragem ela também não dá nada. É preciso tomar banho de chuva… dar um passo à frente… mergulhar mais para o fundo… e só assim descobrir aquilo que ninguém pode te dizer. Mas uma coisa eu posso te dizer: se tiver medo, não faça.

Quero dizer… se o medo for maior que a vontade ou que o desejo, ou se o medo apresentar motivos mais convincentes do que a busca pela autenticidade e por uma realidade que transcende qualquer ficção, então não faça. Não faça… não vá… não questione… não ouse…não tente.

Então… o que (te) aconteceu?

Contudo, se optar por fazer – o que eu sinceramente espero-, não tenha medo (ou não se deixe dominar por ele). Não existe manual ou caminho plenamente definido que te dê garantias de sucesso. Bem… ai você poderia perguntar: “Então não devo nem tentar, concorda?” Discordo. Se você olhar além da confusão e do desespero, respirar fundo e oxigenar a mente, verás que tens o poder para fazer. Então… se for fazer, não tenha medo!

Não tenha medo… pois ele não é maior que você.

Não se deixe dominar pelo medo… pois há grandeza em você.

Não se desespere pelo medo… pois você tem o poder de transcender a angústia que ele gera e apesar de ainda assim o medo coexistir em ti, tu vais continuar seguindo.

Se for fazer… não tenha medo!

Então… o que vais fazer?

Paz e bem.

Por Ricardo Verçoza – Professor e escritor.

Siga o blog nas redes sociais!

Instagram: @pensebem.blog

Facebook: blog.pensebem

Twitter: @Blog_PenseBem

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.