O mundo do cinema: padrões de beleza e busca por identidade no filme “Dumplin”

Vivemos em uma sociedade cheia de critérios e padrões para muitos comportamentos e formas de relacionamento. E é lógico que, quando se trata do corpo – o meu e o seu-, existe um ideal difundido, que é o da perfeição! Muitas pessoas, envolvidas pelas propagandas que aparentemente definem um modelo de corpo ideal, muitas vezes buscam incansavelmente atingir a perfeição. Por favor, não seja uma dessas pessoas. Perfeição é, antes de tudo, utopia, e o que precisamos, de fato, para sermos felizes é autoaceitação – sem descuidar da saúde.

Tratar com seriedade, e ao mesmo tempo com leveza, a maneira como enxergamos o (nosso) corpo é um ponto essencial para vivermos plenamente e uma boa sugestão de reflexão é o filme “Dumplin”, que é inspirado no livro homônimo de Julie Murphy. O filme conta a história de Willowdean Dickson (interpretada por Danielle Macdonald, de “Bird Box” e Patti Cake$”) uma jovem confiante e um pouco acima do peso para os padrões da sociedade atual. Will, como também é chamada, tem como mãe Rosie Dickson (interpretada por Jennier Aniston, de “Friends”, “Mistério no mediterrâneo” e “Esposa de mentirinha”) uma ex-miss ainda muito vaidosa, que organiza um concurso de beleza.

Will, talvez numa busca por aceitação e autonhecimento (tire suas conclusões), e com certeza como uma forma de protesto, decide participar do concurso organizado pela mãe – para seu desespero. Rosie chama Will muitas vezes de Dumplin, algo que poderia ser entendido como “fofinha”… uma maneira clara e sutil de não aceitar o peso da filha. Will está envolvida não só com o concurso e com o que deseja provar com ele, mas se vê tanto apaixonada por um bonitão do trabalho quanto pelas lembranças da tia Lucy – que por muito tempo foi um referencial maior que a própria mãe.

O tema é extremamente pertinente, especialmente nos dias de hoje, mas eu acredito que a narrativa poderia ser melhor explorada. A interpretação de Aniston fica um pouco apagada, e o auge realmente é a desenvoltura de Danielle como Will. O filme ainda conta com a participação de Luke Benward como Bo (a paixão de Will), Harold Perrineau Jr. como Rhea Range (amigo da tia de Will), Odeya Rush como Ellen (melhor amiga de Will) e Hilliary Begley como tia Lucy. Questionar padrões de beleza é necessário! Filme disponível na Netflix.

TRAILER:

 

Filme: Dumplin.

Direção: Anne Fletcher

Duração: 1h e 50 minutos.

Ano: 2018.

Paz e Bem.

Por Ricardo Verçoza – Professor e Escritor.

Siga o blog nas redes sociais!

Instagram: @pensebem.blog

Facebook: blog.pensebem

Twitter: @Blog_PenseBem

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.