“Um mês”

Um acaso pensado, Com brincadeiras despretensiosas, E intenções virtuosas… Numa madrugada de segunda-feira, Onde bocas trocaram saliva, As mãos trocaram carinhos, E no final de tudo… Ficou um desejo de quero mais. Mas não teve final… Teve um recomeço. Será possível?! Evidente… pois quando o ritmo é o mesmo, E a melodia ecoa por cada…

Sob o efeito do álcool!

Mudança. Efervescência. Leveza. Ímpeto que me toma por completo, provocando um despertar de sensações que habitualmente eu não sentiria. A cada gole as vibrações fazem aumentar a coragem nunca antes vivenciada… e o êxtase que corre em minhas veias faz com que eu precise urgentemente te beijar e roçar meu corpo no seu… Respiro com…

Chorar é só uma forma de expressão

Quando se está sozinho e não se sabe a quem recorrer, chorar é só uma forma de expressão que possibilita diminuir o peso da solidão que machuca o coração. Quando te fazem mal, maltratando teus sentimentos e desconsiderando teu valor, chorar é só uma forma de expressão que alivia a raiva impregnada na tua alma.…

Beijo de saudade…

A distância e o querer, Que invade por inteiro, Às vezes me fazem crer, Que tudo não passa de uma recordação, E que em breve será esquecido! Aí eu uso como pretexto para a inspiração, A fim acordar meu corpo entorpecido, Aquele nosso encontro… Que é lembrança e ebulição, Possibilitando que eu possa novamente te…

Desculpe… eu sou safado.

Não tenho como controlar, Na verdade… não tenho nem pretensão, Porque seria pecado, Tornar o simples complicado, E limitar o que está em constante expansão, Só para se adequar a qualquer regra social… Desculpe… eu sou safado. Eu cobiço sentir o sabor tão excepcional, Do tesão que escorre pela minha boca, Quando minha língua se…

A dança não conhece forma ou limite

Como é curioso o ser humano, Embriagado pelo álcool e pela alegria, Quando se propõe a dançar, Tomado de euforia! Não existe tristeza nem cor de pele, Tampouco vontade que espere, Quando o desejo começa a aflorar, Fazendo o corpo pulsar, E despreocupadamente, transpirar! A dança não conhece forma, Não tem preconceitos nem normas, E…