Fábula da Responsabilidade

O discípulo se aproximou do mestre e falou: – Durante anos, busquei a iluminação, sinto que estou perto. – Quero saber qual o próximo passo. O mestre calmamente perguntou: – E como você se sustenta? – Ainda não aprendi a me sustentar: meu pai e minha mãe me ajudam. – Entretanto isso são apenas detalhes.…

Uma vida acelerada corrói o juízo!

Uma vida acelerada corrói o juízo, Quando perco a iniciativa, E nada mais protagonizo, Pois só apresento justificativa, Numa realidade cheia de compromisso. Com excesso de tarefa e de responsabilidade, A mente não produz… e desacelera, Não atribui valor nem define prioridade, Devido ao insistente cansaço, Que me faz querer apenas um abraço. A vida…

Fábula “A samambaia e o bambu”

Um dia decidi me dar por vencido: renunciei ao meu trabalho, à minha relação e à minha vida. Fui ao bosque para falar com um ancião que, segundo diziam, era muito sábio. – Poderia me dar uma boa razão para não me dar por vencido? – perguntei. – Olhe ao seu redor, – me respondeu…

Um dia dos namorados?

Determinamos um dia, Para uma condição que deveria permanente, Com carinhos incessantes e frequentes, De pessoas que se gostam… Determinamos um dia, Para um sentimento que sempre deveria extravasar, Todo prazer e assim aflorar, Tudo o que há de melhor em pessoas que se gostam… [Namorar – verbo transitivo direto e intransitivo- significa empenhar-se em…

O improviso e a arte de ser mãe!

No começo é tudo especulação, Um pressentimento do coração, Por um sonho sempre desejado, De um filho por muito aguardado. O tempo de espera acabou… E conheceste um amor, Que jamais imaginaste sentir, E mesmo antes de tudo o que estava porvir, Tu estavas em festa! Todo amor em forma de atenção, Para acalentar e…

5 minutos…

É meu passatempo, A brincadeira da imaginação, O frenesi e o tesão, Quando penso o que contigo posso fazer, Em 5 minutos… Os meus instintos quero satisfazer, Quando as ideias flutuam em minha mente, Buscando incessantemente o prazer, Sem controle e sem medida. Na mão… no cheiro…na lambida! Ah… coragem que me invade…! Ah… bom-senso…