Autenticidade com diversão é difícil imaginar?

Bobo. Não como tolo…não como fútil, mas como alguém que ao realizar alguma coisa, tempera suas ações com diversão…com leveza. Na sociedade das atividades cronometradas, precisamos enxergar o tempo como aliado e não como um elemento mortal que nos faz perder momentos belos. Teoria. Conserto. Compromisso. Aula. Trabalho. Relação. Aprendizado. Almoço. Tantos são os afazeres…

Liberdade para o corpo e para os sentimentos!

Vivemos num mundo, Tão fútil e pouco profundo, Que cultua a exposição, Sem medida e sem razão, Dos corpos e suas formas, Esculpidos em padrões e em normas… Gritamos por liberdade, E reivindicamos a igualdade, Para que possamos exercer o nosso direito, Que em essência é a livre expressão, Despreocupados com repercussão, causa ou efeito,…

História contada: educação e desenvolvimento infantil no documentário “O começo da vida”

Depois que se torna mãe ou pai, especialmente neste século e sociedade, há uma tendência de se buscar mais informação para educar melhor este pequeno ser humano, e também para se preparar. Mas para o quê? Para o processo de se tornar mãe e pai, que não é fácil: nascimento, cuidados, alimentação… e a lista…

Confraternizar é humano!

Essa criação humana de datas, meses e anos para facilitar nossa compreensão da vida através de ciclos permite que tenhamos um (pseudo) controle sobre o nosso comportamento ao longo do tempo… e como é interessante observar isso. O final do ano chega e traz consigo uma quantidade enorme de bons sentimentos, alguns destes só estavam…

Qual é a boa da noite?!

Foi andar no meio da multidão, Com os passos lentos e ao sabor da liberdade, Olhar do alto as belezas da cidade, O encontro de cores… a mistura de gente. A boa da noite… Foi respirar cultura e desejo, Ir em busca do desconhecido… Com doses de coragem, Influenciando a imaginação, Com ideias que aparentemente…