De que adianta o “quase”?

Por que a emoção de voar tem que começar com o medo de cair? Ainda pior que a convicção do não, a incerteza do talvez é a desilusão de um “quase”. É o quase que me incomoda, que me entristece, que me mata trazendo tudo que poderia ter sido e não foi. Quem quase ganhou ainda joga, quem quase…