Estar em paz com o passado é viver bem no presente.

Se eu pudesse falar do passado, Talvez seria assim: A gente vive…memoriza…sofre ou tem saudade, Avalia cada momento, Questionando até se foi verdade, Algo que agora não existe mais. Às vezes são apenas lembranças… Outras tantas vezes deixam marcas no corpo, Mas independente se está na mente ou é cicatriz, Tendemos sempre a resgatar esse…

Fábula “O rio e o oceano”.

Diz-se que, mesmo antes de um rio cair no oceano, ele treme de medo. Olha para trás, para toda a jornada, os cumes, as montanhas, o longo caminho sinuoso através das florestas, através dos povoados, e vê à sua frente um oceano tão vasto que entrar nele nada mais é do que desaparecer para sempre.…

Fábula “O elefante acorrentado”

Você já observou elefante no circo? Durante o espetáculo, o enorme animal faz demonstrações de força descomunais. Mas, antes de entrar em cena, permanece preso, quieto, contido somente por uma corrente que aprisiona uma de suas patas a uma pequena estaca cravada no solo. A estaca é só um pequeno pedaço de madeira. E, ainda…

Futuro

Algumas pessoas, quando pensam no que devem fazer para construir e até proteger o futuro, têm como referência aquilo que já foi, não como o que inspira, mas como algo que aprisiona. Em outras palavras, é gente que tem âncoras, em vez de raízes. A raiz alimenta, enquanto a âncora imobiliza. A âncora faz com…

O mundo do cinema: personalidade, conflito e perdão no filme “Dois papas”

Curiosidade. Um ímpeto natural do ser humano diante de situações ou pessoas que, por algum motivo, chamam a atenção. E obviamente, isso acontece também comigo. No final de 2019 vi muitas pessoas próximas a mim falarem bem do filme “Dois papas”, sem contar os comentários e indicações nas redes sociais. De tanto observar as repercussões…

Saudosismo besta!

Saudosismo: gosto exagerado ou tendência para valorizar coisas do passado ou coisas que não existem mais. Recordar é uma ação natural da mente, e é acionada por diversos motivos: medo, uma nova paixão, uma comida saborosa, estresse, frio, o doce… Para alguns animais talvez seja algo instintivo, mas para o ser humano é uma jornada…

Posso ser maior que os meus traumas!

A vida passa tão rápido, Que às vezes nem nos damos conta, Da felicidade que temos, Ou do valor dos pequenos momentos. Respirar passou a ser um ato sem consciência, E caminhar é tão mecânico, Que não exige mais contemplação, De tão frias que estão as relações, Carentes de amor no coração. Sobreviver a isso…

A poesia é minha libertação!

Nos momentos de serenidade ou de inquietação, Estando sóbrio ou embriagado, A poesia é ponte para a autoaceitação, Para que eu possa estar bem e sossegado. É o transbordar dos meus sentimentos, Quando verbalmente não consigo me expressar… Permitindo que eu possa viver, Em paz com meus pensamentos! Não tenho intenção de nada prever, Pois…