“Um mês”

Um acaso pensado, Com brincadeiras despretensiosas, E intenções virtuosas… Numa madrugada de segunda-feira, Onde bocas trocaram saliva, As mãos trocaram carinhos, E no final de tudo… Ficou um desejo de quero mais. Mas não teve final… Teve um recomeço. Será possível?! Evidente… pois quando o ritmo é o mesmo, E a melodia ecoa por cada…

A poesia é minha libertação!

Nos momentos de serenidade ou de inquietação, Estando sóbrio ou embriagado, A poesia é ponte para a autoaceitação, Para que eu possa estar bem e sossegado. É o transbordar dos meus sentimentos, Quando verbalmente não consigo me expressar… Permitindo que eu possa viver, Em paz com meus pensamentos! Não tenho intenção de nada prever, Pois…

Quando supervalorizo as dificuldades.

O coração fraqueja… e a mente começa a delirar, Quando supervalorizo as dificuldades, E me esqueço que também é preciso rezar. Distorcem a realidade, Que eu vivo e respiro… E não é fácil caminhar para a prioridade, Se não esperava passar por tudo isso… Desconhecendo a intensidade, Pela quantidade de compromisso. A paciência é pouca……

Eu tenho medo… mas estou aqui.

Quando as paisagens ainda são estranhas, E não tenho intimidade com as pessoas, Tudo soa diferente e excêntrico, Palavras, expressões e comportamento… E por isso andando vou, Procurando minha identidade perdida. Cores, sotaques… brisa e mar, Se antes eu reconhecia, Ruas e povo com sua alegria, Agora observo vielas e sinais, Quieto e buscando a…