Meu par de meias de algodão

Certo dia fui convidado para uma festa, Daquelas que a gente precisa ir todo arrumado, Ia ter comida, bebida e seresta, Não poderia ter nada errado: Separei camisa e calça, E sapato social lustrado, Junto com meu par de meias de algodão. Me arrumei todo inspirado, E com uma excelente companhia, Aguardei a diversão, Para…

Na superficialidade não experimentamos a vida

Quanto tempo você passa conectado? Com quais pessoas você tem conversado ultimamente? Qual foi a última viagem que você fez? Existe tanta coisa para perguntar… Tanta coisa para fazer; Sorrir, chorar…cair e levantar, Extraindo cada gota de prazer, Pois da minha vida eu sou o protagonista, E não um mero passageiro. Perguntas doidas que cercam…

Todo mundo tem um “mundinho” particular!

Um turbilhão. Uma confusão. Um ato intimista. Todo mundo tem um “mundo” particular… Para chamar só de seu, Onde se vive o essencial, De maneira bem especial, Mas que volta e meia, Precisa se isolar. Interpretações. Desejos. Inconsistências. Todo mundo tem um “mundo” particular… Com frações de loucura, E doses exageradas de bravura, Que sempre…