O mundo das palavras: aprendizado, transformação e maturidade no livro “O que a vida me ensinou”.

Link do livro em PDF no final da resenha! A vida nos proporciona inspiração para vivermos de maneira melhor, mas isso é uma escolha individual. Aprender é consequência natural da interação com outras pessoas, independente se aquilo que vivemos é bom ou ruim. Muitas vezes é difícil perceber essa lógica, pois durante a jornada de…

Otimista X Pessimista

Quando a semana está começando, tendemos a encara-la de maneira otimista ou pessimista. Alguns dizem “eu sou realista. Nem otimista nem pessimista” – querendo indicar que o realista precisa justificar alguns dos pessimismos que carrega. O pastor norte-americano William Arthur Ward, que morreu em 1994, foi um grande construtor de máximas. Uma das que eu…

Esperança!

Há uma máxima que sempre ouvimos: “quem espera sempre alcança”, embora haja uma advertência clássica feita num ditado italiano que diz “piano, piano si va lontano, ma non si arriva mai”, ou “devagar se vai longe, mas não se chega nunca”. A ideia de que quem espera sempre alcança tem algo de arriscado: a noção…

“Nós aprendemos com os erros?”

Erro não é para ser punido, é para ser corrigido. O que deve ser punido é a negligência, a desatenção e o descuido. O erro faz parte do processo de acerto, da tentativa de inovação, da procura de construir algo melhor. Ninguém é imune ao erro. A frase clássica “errar é humano” não é uma…

O encantamento do mundo

Em uma sociedade como a nossa, de base técnica-utilitarista, o sociólogo alemão do século XIX, Mas Weber, desenvolveu um conceito bastante apropriado para explicar certos limites: o desencantamento do mundo, como a perda de um sentido que vá além das relações causais e racionais. Quando nos espantamos com as coisas, isso dá um ar místico…