Fábula “Acreditar e agir”.

Um viajante caminhava pelas margens de um grande lago de águas cristalinas e imaginava uma forma de chegar até o outro lado, onde era seu destino. Suspirou profundamente enquanto tentava fixar o olhar no horizonte. A voz de um homem de cabelos brancos quebrou o silêncio momentâneo, oferecendo-se para transportá-lo. Era um barqueiro. O pequeno…

Fábula “A coragem de experimentar”.

Um rei submeteu sua corte à prova para preencher um cargo importante. Um grande número de homens poderosos e sábios reuniu-se ao redor do monarca. – Ó vós, sábios – disse o rei – eu tenho um problema e quero ver qual de vocês é capaz de resolvê-lo. Ele conduziu os homens a uma porta…

Fábula “Você está no lugar certo?”

Pai e filho passeavam pelo zoológico e, ao avistarem alguns camelos, o filho pergunta ao pai: – Por que os camelos têm corcovas? – Bem…meu filho, eles são animais do deserto, precisam das corcovas para reservar gordura, eles sobrevivem por um período bem longo de até duas semanas, sem precisar se alimentar. – Certo, e…

Fábula “Os dois videntes”.

Pressentindo que seu país, em breve, iria mergulhar numa guerra civil, o sultão chamou um dos seus melhores videntes, e perguntou-lhe quanto tempo ainda lhe restava de vida. – Meu adorado mestre, o senhor viverá o bastante para ver todos os seus filhos mortos. Num acesso de fúria, o sultão mandou imediatamente enforcar aquele que…

Fábula “A águia que não sabia que era águia”.

Um homem encontrou um ovo de águia e colocou-o debaixo da galinha que chocava seus ovos no quintal. Nasceu uma aguiazinha com os pintos; e, com eles, crescia normalmente. Durante todo o tempo o tempo a águia fazia o mesmo que faziam os pintinhos, convencida de que era igual a eles. Ciscava, ia ao chão…

Fábula “O dono das abóboras”.

João e André eram vizinhos e amigos. Um dia, João plantou alguns pés de abóbora, mas como o seu terreno era inclinado, as ramagens direcionaram-se para o terreno de André, logo florescendo e gerando razoável produção. João e André consumiam e vendiam as abóboras, aleatoriamente, sem problemas. Mas, com a entrada do dinheiro, surgiram as…

Fábula “O rio e o oceano”.

Diz-se que, mesmo antes de um rio cair no oceano ele treme de medo. Olha para trás, para toda a jornada, os cumes, as montanhas, o longo caminho sinuoso através das florestas, através dos povoados, e vê à sua frente um oceano tão vasto que entrar nele nada mais é do que desaparecer para sempre.…

Fábula “A escola da vida”.

Um erudito atravessava de barco um rio e, conversando com o barqueiro, perguntou: – Diga-me uma coisa: você sabe botânica? O barqueiro olhou para o erudito e respondeu: – Não muito, senhor. Não sei que história é essa… – Você não sabe botânica, a ciência que estuda as plantas? Que pena! Você perdeu parte de…

Fábula “Sempre há tempo para amar”.

Quando Joey tinha somente cinco anos, a professora do jardim de infância pediu aos alunos que fizessem um desenho de alguma coisa que eles amavam. Joey desenhou a sua família. Depois, traçou um grande círculo com lápis vermelho ao redor das figuras. Desejando escrever uma palavra acima do círculo, ele saiu de sua mesinha e…