Desculpe… eu sou safado.

Não tenho como controlar, Na verdade… não tenho nem pretensão, Porque seria pecado, Tornar o simples complicado, E limitar o que está em constante expansão, Só para se adequar a qualquer regra social… Desculpe… eu sou safado. Eu cobiço sentir o sabor tão excepcional, Do tesão que escorre pela minha boca, Quando minha língua se…

Amores de carnaval!

Amores de carnaval, São a mistura do inesperado com a curiosidade, E a vontade malandra para conhecer, Que como batida de música, E na embriaguez que transborda alegria… Vibram na proximidade dos corpos! Amores de carnaval incitam desejo, Provocam para aquilo que nunca antes foi provado, Sem pensar em aparências ou em ser aprovado, Pois…

Meu par de meias de algodão

Certo dia fui convidado para uma festa, Daquelas que a gente precisa ir todo arrumado, Ia ter comida, bebida e seresta, Não poderia ter nada errado: Separei camisa e calça, E sapato social lustrado, Junto com meu par de meias de algodão. Me arrumei todo inspirado, E com uma excelente companhia, Aguardei a diversão, Para…