O Desejo que permanece…

É batida de música que não se esquece, É fantasia que nos sonhos provoca, Quando um tesão enlouquecido invoca, Imaginando o que poderíamos ter feito. Às vezes, perdido em meus pensamentos, Sinto que tudo isso me devora, Navegando sem rumo pelo oceano de sentimentos, Mas doido para queimar feito pólvora, Transformando um simples delírio em…

Você é minha fantasia!

Você é minha fantasia, Meu caleidoscópio de prazer, Que me tira da paralisia, Para me deixar com expectativas, Que eu quero sempre satisfazer. Você é minha fantasia, Meu desejo inquieto, E minha vontade reprimida, Pois o corpo suspira de excitação, Quando te imagino cometer uma insanidade, A me causar transpiração! A cobiça não perde uma…

A poesia é minha libertação!

Nos momentos de serenidade ou de inquietação, Estando sóbrio ou embriagado, A poesia é ponte para a autoaceitação, Para que eu possa estar bem e sossegado. É o transbordar dos meus sentimentos, Quando verbalmente não consigo me expressar… Permitindo que eu possa viver, Em paz com meus pensamentos! Não tenho intenção de nada prever, Pois…

Beijo de saudade…

A distância e o querer, Que invade por inteiro, Às vezes me fazem crer, Que tudo não passa de uma recordação, E que em breve será esquecido! Aí eu uso como pretexto para a inspiração, A fim acordar meu corpo entorpecido, Aquele nosso encontro… Que é lembrança e ebulição, Possibilitando que eu possa novamente te…

Amores de carnaval!

Amores de carnaval, São a mistura do inesperado com a curiosidade, E a vontade malandra para conhecer, Que como batida de música, E na embriaguez que transborda alegria… Vibram na proximidade dos corpos! Amores de carnaval incitam desejo, Provocam para aquilo que nunca antes foi provado, Sem pensar em aparências ou em ser aprovado, Pois…

A dança não conhece forma ou limite

Como é curioso o ser humano, Embriagado pelo álcool e pela alegria, Quando se propõe a dançar, Tomado de euforia! Não existe tristeza nem cor de pele, Tampouco vontade que espere, Quando o desejo começa a aflorar, Fazendo o corpo pulsar, E despreocupadamente, transpirar! A dança não conhece forma, Não tem preconceitos nem normas, E…