O mundo das palavras: aprendizado, transformação e maturidade no livro “O que a vida me ensinou”.

Link do livro em PDF no final da resenha! A vida nos proporciona inspiração para vivermos de maneira melhor, mas isso é uma escolha individual. Aprender é consequência natural da interação com outras pessoas, independente se aquilo que vivemos é bom ou ruim. Muitas vezes é difícil perceber essa lógica, pois durante a jornada de…

História contada: desenvolvimento do potencial humano no documentário “Como o cérebro cria”

Como professor, vejo constantemente em meus alunos um enorme potencial para ser desenvolvido em diversos aspectos, inclusive no que se refere a criatividade. E como desenvolvemos a criatividade? Bem… Se você já praticou alguma atividade física ou já viu alguém praticar, deve estar ciente que o músculo se desenvolve não com uma ação ocasional, mas…

Retrospectiva 2019 dos livros lidos!

O ano de 2019 foi de muitas mudanças, algumas delas boas outras ruins – mas com certeza, de muito aprendizado. Precisamos entender esse aprendizado não apenas sobre os fatos que ocorreram – por mais que tenha coisas que desagradaram-, mas sobre o que podemos fazer por nós mesmo. Eu estou buscando conhecimento, e uma das…

Entender e explicar.

Quem dá aula já ouviu com frequência expressões “professor, eu entendi… mas não sei explicar” ou “eu entendi, mas eu não sei contar”. E aí nós somos obrigados a dizer algo que vale no mundo do conhecimento: só é capaz de dizer que de fato aprendeu algo aquele que também consegue explicar. Alguém que algo…

Acomodação!

Há vários momentos na vida em que nos acomodamos com o que já sabemos, com o que conhecemos, com a educação no patamar em que se encontra. Isso é muito perigoso, porque em muitas situações significa se conformar, ficar aprisionado num determinado tempo, numa determinada maneira de pensar e fazer. Essa acomodação induz ao envelhecimento…

Hábitos!

Nós, do campo do estudo, da Ciência, da Epistemologia, que é a própria teoria da ciência, nos dedicamos a olhar o quanto que o hábito pode obscurecer a nossa capacidade crítica. As coisas feitas por um hábito podem ficar privadas da capacidade crítica, de reflexão, de peneirar o que serve e o que não serve…