Curiosidade, vulnerabilidade e vida.

Optar por ser curioso é escolher a vulnerabilidade, porque, para isso, precisamos nos render à incerteza. Mas nem sempre tivemos escolha: nós nascemos curiosos. Com o tempo, entretanto, aprendemos que a curiosidade, assim como a vulnerabilidade, pode causar sofrimento. Então adotamos estratégias de autoproteção – preferimos a certeza à curiosidade, a armadura à vulnerabilidade, o…

“Ser insuficiente” é um sentimento constante.

“Para mim e para muitos de nós, o primeiro pensamento do dia é “não dormi o suficiente”. O pensamento seguinte é “não tenho tempo suficiente”. Verdadeira ou não, a noção de insuficiência nos ocorre de modo automático, antes mesmo que pensemos em questioná-la ou examiná-la. Passamos a maior parte das horas e dos dias ouvindo,…

Tecnologia, presença e comunicação.

Nossa necessidade inata de conexão torna muito mais reais e perigosas as consequências da desconexão. Às vezes, apenas supomos estar conectados. A tecnologia, por exemplo, tornou-se uma espécie de impostora de vínculos, levando-nos a crer que estamos conectados quando, na verdade, não estamos – pelo menos não do modo que precisamos estar. Em nosso mundo…

A autenticidade exige…

A autenticidade exige que vivamos e amemos plenamente, mesmo quando é difícil, mesmo quando lutamos com a vergonha e o medo de não sermos bons o bastante e, sobretudo, quando a alegria é tão intensa que temos medo de nos permitir senti-la. A prática atenta e consciente da autenticidade, em nossa busca mais profunda de…

Viver plenamente!

“Viver plenamente é nos engajarmos na nossa vida a partir de uma perspectiva de amor-próprio. Significa cultivar a coragem, a compaixão e a conexão necessárias para acordar de manhã e pensar: Não importa o que seja feito e o que fique faltando fazer, eu sou suficiente. É deitar à noite para dormir e pensar: Sim,…

O mundo das palavras: problemas, aprendizados e superação no livro “Mais forte do que nunca”.

Uma leitura revigorante! Alguns livros me fazem pensar em aspectos da minha vida com provocações intensas e inquietantes, já que é possível adquirir conhecimentos a partir da perspectiva de outras pessoas – especialmente quando o assunto envolve emoções. Mas é claro que preciso estar com a mente aberta, porque muitas vezes preciso ter que confrontar…

2020 está acabando…

2020 foi um ano muito diferente. Algumas pessoas poderiam dizer que foi realmente LOUCO! Todo tipo de mudança… E todo tipo de sentimento. Lidar com toda consequência de 2020 se resume em uma palavra: desafio. Por mais que muitos entendam esse ano com uma perspectiva orientada para o autoconhecimento e a autodescoberta, prefiro trazer a…