O exercício de reaprender a ouvir.

Reaprender a ouvir, É uma provação para a atenção… É ficar ao invés de partir, Um hábito que vem do coração. Reaprender a ouvir, É ter disposição para sentir, Aspectos além da razão, Que misturam fé e compaixão. Reaprender a ouvir, É um exercício de amor, E se você se permitir, Desfrutarás da vida e…

Oi 2022… seja muito bem-vindo!!

O tempo passou, E com isso nasceram algumas certezas. Certeza que os dias sombrios se foram… Certeza que Deus continua sendo bom… Certeza que tudo aconteceu da maneira que deveria acontecer, e em um formato perfeito para que eu pudesse aprender. Aprendi que a gente precisa escolher todos os dias… A cada segundo… Incansavelmente. Aprendi…

O mundo das palavras: vida, finitude e cuidado no livro “A morte é um dia que vale a pena viver”.

Uma poderosa reflexão! Na correria que se tornou a vida ultimamente, muitas vezes não encontramos tempo para a autoreflexão e o autocuidado. É tanta coisa para fazer, tantos compromissos para dar conta, enfim… tantas responsabilidades… que a gente não se percebe realmente como ser humano. Como assim? Somos como flores, que já a partir do…

A autenticidade exige…

A autenticidade exige que vivamos e amemos plenamente, mesmo quando é difícil, mesmo quando lutamos com a vergonha e o medo de não sermos bons o bastante e, sobretudo, quando a alegria é tão intensa que temos medo de nos permitir senti-la. A prática atenta e consciente da autenticidade, em nossa busca mais profunda de…

Imagine-se em seu leito de morte.

Há alguns anos, em uma sessão com a psicoterapeuta Devers Branden, fui submetido a um exercício chamado “Leito de morte”. Primeiro eu deveria me imaginar em meu leito de morte e tentar sentir as emoções associadas a morrer e dizer adeus. Então, ela pediu que eu convidasse mentalmente as pessoas importantes em minha vida para…

Eu merecia…

Eu merecia mais do que lágrimas e desprezo, Mais do que descontentamento e horas de silêncio aguardando, em vão, que você me procurasse. Eu merecia ser vista por inteiro sem precisar esconder as partes de mim que você julgava inconvenientes. Eu merecia mais do que a culpa, Mais do que acreditar que amor e pesar…

Aguenta!

Já faz tempo…eu sei, Que as coisas estão diferentes, E estranhas também. Num mundo tão digital, Abraços e afetos estão fazendo falta… E como a gente demorou a perceber isso. Aguenta…vai passar. A presença que não era percebida, Agora deixa um rastro… De saudade no coração. A despedida sempre corrói, Especialmente se quem a gente…