Precisamos urgentemente parar para respirar!

Nunca ouvi tanta gente reclamando de cansaço. Mais do que cansados, estamos exaustos. Exaustos de passar dia após dia fazendo coisas que nos afastam cada vez mais de quem verdadeiramente somos. Exaustos de tentar corresponder ao que esperam de nós, de correr para conquistar nosso lugar, de provar que somos capazes, de lutar. E se…

Não é sobre culpa… mas sobre responsabilidade!

O turbilhão que é a vida, Sutilmente nos apresenta, Outras vezes ferozmente nos impõe, Um caminhão sem fim, De deveres e obrigações, Que não pergunta, só pressupõe… Uma carga fruto da liberdade, Que aumenta no transcorrer de nossa existência: Quem não presta atenção, Pensa até que é penitência! É o imperativo do profissional criativo, Do…

Felicidade como liberdade para recusar

A ideia de felicidade acolhe a percepção de algo que podemos ter, vivenciar como possibilidade de propriedade, e daquilo que me possui por um sentimento, por algo que me ofereceram. Quase sempre a ideia de felicidade vem como presença, raramente nos vem como possibilidade de ausência. O pensador genebrino Jean-Jacques Rosseau dizia: “a espécie de…

Beijo de saudade…

A distância e o querer, Que invade por inteiro, Às vezes me fazem crer, Que tudo não passa de uma recordação, E que em breve será esquecido! Aí eu uso como pretexto para a inspiração, A fim acordar meu corpo entorpecido, Aquele nosso encontro… Que é lembrança e ebulição, Possibilitando que eu possa novamente te…

O dia do meu aniversário!

O dia do próprio aniversário, pelo menos para boa parte das pessoas, é o momento onde há predominância basicamente da alegria, direcionada para ser compartilhada com aqueles que se tem carinho e respeito. Depois de um bom tempo tendo somente este tipo de comportamento (e não condeno que o faz), começo a olhar para tudo…

Confraternizar é humano!

Essa criação humana de datas, meses e anos para facilitar nossa compreensão da vida através de ciclos permite que tenhamos um (pseudo) controle sobre o nosso comportamento ao longo do tempo… e como é interessante observar isso. O final do ano chega e traz consigo uma quantidade enorme de bons sentimentos, alguns destes só estavam…

A dança não conhece forma ou limite

Como é curioso o ser humano, Embriagado pelo álcool e pela alegria, Quando se propõe a dançar, Tomado de euforia! Não existe tristeza nem cor de pele, Tampouco vontade que espere, Quando o desejo começa a aflorar, Fazendo o corpo pulsar, E despreocupadamente, transpirar! A dança não conhece forma, Não tem preconceitos nem normas, E…

Fábula “A Serpente e o vaga-lume”

Uma serpente estava seguindo um vaga-lume. Quando estava a ponto de comê-lo, o vaga-lume disse: “posso lhe fazer uma pergunta?” A serpente respondeu: “Na verdade eu nunca respondo a perguntas das minhas vítimas, mas, por ser você, vou permitir.” Então o vaga-lume perguntou: “Fiz alguma coisa para você?” “Não”, respondeu a serpente. “Pertenço a sua…