Beijo de saudade…

A distância e o querer, Que invade por inteiro, Às vezes me fazem crer, Que tudo não passa de uma recordação, E que em breve será esquecido! Aí eu uso como pretexto para a inspiração, A fim acordar meu corpo entorpecido, Aquele nosso encontro… Que é lembrança e ebulição, Possibilitando que eu possa novamente te…

Desculpe… eu sou safado.

Não tenho como controlar, Na verdade… não tenho nem pretensão, Porque seria pecado, Tornar o simples complicado, E limitar o que está em constante expansão, Só para se adequar a qualquer regra social… Desculpe… eu sou safado. Eu cobiço sentir o sabor tão excepcional, Do tesão que escorre pela minha boca, Quando minha língua se…

Uma vida acelerada corrói o juízo!

Uma vida acelerada corrói o juízo, Quando perco a iniciativa, E nada mais protagonizo, Pois só apresento justificativa, Numa realidade cheia de compromisso. Com excesso de tarefa e de responsabilidade, A mente não produz… e desacelera, Não atribui valor nem define prioridade, Devido ao insistente cansaço, Que me faz querer apenas um abraço. A vida…

Aquele quarto bagunçado!

Aquele quarto bagunçado, Esconde um amor cobiçado, De pecado e safadeza, Que na carne provoca fraqueza! Aquele quarto bagunçado, Quer ver Seu desejo libertado, Sem complicações nem mistério, Se afogando numa paixão sem critério! Aquele quarto bagunçado, Quando vazio é tesão desperdiçado, E quando presente, Transborda uma vontade latente! Aquele quarto bagunçado, É um convite…

Meu par de meias de algodão

Certo dia fui convidado para uma festa, Daquelas que a gente precisa ir todo arrumado, Ia ter comida, bebida e seresta, Não poderia ter nada errado: Separei camisa e calça, E sapato social lustrado, Junto com meu par de meias de algodão. Me arrumei todo inspirado, E com uma excelente companhia, Aguardei a diversão, Para…

A dança não conhece forma ou limite

Como é curioso o ser humano, Embriagado pelo álcool e pela alegria, Quando se propõe a dançar, Tomado de euforia! Não existe tristeza nem cor de pele, Tampouco vontade que espere, Quando o desejo começa a aflorar, Fazendo o corpo pulsar, E despreocupadamente, transpirar! A dança não conhece forma, Não tem preconceitos nem normas, E…

Uma hora a gente cansa…

Uma hora a gente cansa… De tanta reclamação desnecessária, Para as coisas pequenas, Em situação temporária. Uma hora a gente cansa… Da falta de reconhecimento, E na rotina diária, Da falta de sentimento. Uma hora a gente cansa… De buscar a compreensão, Para achar uma solução, Quando o que se recebe, Só causa inquietação! Uma…