Na superficialidade não experimentamos a vida

Quanto tempo você passa conectado? Com quais pessoas você tem conversado ultimamente? Qual foi a última viagem que você fez? Existe tanta coisa para perguntar… Tanta coisa para fazer; Sorrir, chorar…cair e levantar, Extraindo cada gota de prazer, Pois da minha vida eu sou o protagonista, E não um mero passageiro. Perguntas doidas que cercam…

Caridade é amor!

Com conhecidos ou desconhecidos, Idosos, adultos ou crianças, Precisamos praticar a caridade, Para compartilhar a prosperidade, E ter firma a esperança, De fazer o bem ao outro. Para quem precisa de pão, E sente frio no corpo ou no coração, A caridade pode trazer, Um pouco de paz e compaixão, Levando-nos a crer… Na valorização…

Ciclos que não se fecham…

São uma amarra para o amanhã, Um tormento para os sonhos, E um eterno lamentar… dia após dia. Ciclos que não se fecham, São assuntos inacabados, Desejos dissimulados… Vontades não saciadas, Oportunidades desperdiçadas… Por não querer passar por uma provação. A garganta trava, A insônia incomoda e é recorrente, E a inquietação começa a fazer…

O improviso e a arte de ser mãe!

No começo é tudo especulação, Um pressentimento do coração, Por um sonho sempre desejado, De um filho por muito aguardado. O tempo de espera acabou… E conheceste um amor, Que jamais imaginaste sentir, E mesmo antes de tudo o que estava porvir, Tu estavas em festa! Todo amor em forma de atenção, Para acalentar e…

A inteligência é um elemento afrodisíaco!

A inteligência é um elemento afrodisíaco, e como seduz sem ser vulgar! Convida pela palavra, ou encanta pela interpretação… não importa a questão. Da mera observação pode-se extrair frutos de aprendizado, e da convivência vem a embriaguez de sabedoria! A inteligência é um elemento afrodisíaco, e na sua HUMILDADE mostra elegância! Não tem pretensão de…

5 minutos…

É meu passatempo, A brincadeira da imaginação, O frenesi e o tesão, Quando penso o que contigo posso fazer, Em 5 minutos… Os meus instintos quero satisfazer, Quando as ideias flutuam em minha mente, Buscando incessantemente o prazer, Sem controle e sem medida. Na mão… no cheiro…na lambida! Ah… coragem que me invade…! Ah… bom-senso…