O mundo do cinema: problemas, desafios e leveza no filme “Família Mitchell e a revolução das máquinas”.

Quem não teve problemas na família que atire a primeira pedra!

Eu acredito todo mundo em algum momento da vida vai ter problemas na família, seja de forma direta ou indireta. Claro…não é um privilégio só das famílias, mas quando acontece com aqueles e aquelas que temos mais proximidade pode ser algo mais fácil de resolver – ou mais difícil, já que pensamos que podemos falar e agir de qualquer maneira.

Trazendo o relacionamento familiar e seus desafios como base da narrativa, eu te apresento o filme “Família Mitchell e a revolução das máquinas”. A história do filme segue Katie Mitchell, que é aceita na faculdade de cinema dos seus sonhos e seu pai, Rick, decide aproveitar para realizar uma viagem em família para levá-la à universidade. Porém, seus planos são interrompidos por uma revolução robótica e agora os Mitchells terão que unir forças em família para trabalhar juntos para salvar o mundo.

Em meio a essa revolução dos robôs a família se depara com os problemas e desafios do relacionamento, das escolhas e também de liberdade. Eles começam a perceber que não precisam ser como as outras famílias, nem muito menos ser perfeitos como as aparências podem nos enganar. O filme é engraçado, leve e também reflexivo. Se liga no TRAILER:

FILME: Família Mitchell e a revolução das máquinas.

ANO: 2021.

ONDE ASSISTIR: Netflix.

Por Ricardo Verçoza – Professor e escritor.

Instagram: @pensebem.blog

Facebook: blog.pensebem

Twitter: @Blog_PenseBem

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.