Medo da mudança e o sentimento de incapacidade…

Por mais que tenhamos medo da mudança, a pergunta a que devemos responder, em última instância, é:

O que é mais arriscado: me libertar do que os outros pensam ou abrir mão do que sinto, daquilo em que acredito e de quem eu sou?

Viver plenamente é abraçar a vida a partir do senso de valor pessoal. É cultivar coragem, compaixão e conexão para acordar de manhã e pensar: Não importa quanto eu faça e quanto deixe de fazer, eu sou suficiente.

É ir para a cama à noite pensando: Sim, sou imperfeito(a) e vulnerável, e às vezes tenho medo, mas isso não muda o fato de que também sou corajoso(a) e digno(a) de amor e pertencimento.

Brené Brown, do livro “A arte da imperfeição”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.