História contada: poesia, resgate histórico e negritude no documentário “AmarElo – é tudo para ontem”.

Atualmente é cada vez mais evidente casos de racismo e de preconceito em diversas esferas e de diversas magnitudes. Para se somar a essa realidade, pessoas com cargos de aparente responsabilidade negam ou fingem que o racismo e o preconceito não existem no Brasil, e também creem que as estruturas sociais não fazem emergir esse tipo de sentimento/comportamento. Bem…a realidade não é assim, de fato.

A razão do racismo, e também do preconceito, estarem cada vez mais em evidência na nossa sociedade é a propagação, via internet, de casos que inquietam as pessoas, fazendo-as lutarem por respeito e igualdade. Para inspirar essa luta, precisamos de algo que seja…

Arrepiante. Potente. Necessário.

Essas foram as palavras de uma amiga que resume a essência do documentário “AmarElo – é tudo para ontem”, disponível na Netflix e com a condução do maestro Leandro Roque de Oliveira – o Emicida. Essas três palavras são o resultado de uma narrativa extremamente poética, que faz um resgate cultural de várias personalidades negras, de tempos passados e da atualidade, e de reverenciar a negritude presente e crescentemente empoderada.

Com a narração de Emicida (que também é personagem), o documentário apresenta os bastidores do show realizado no Teatro Municipal de São Paulo, em 2019, e através das músicas e de um resgate histórico, destaca a contribuição dos negros ao longo do tempo (misturando animação e performance).

O documentário conduz o telespectador pelo caminho da razão, mas o envolve com doses de emoção, e é dividido em três partes: 1-plantar, 2-regar e 3-colher. Essas partes são etapas de um processo que mescla paciência e urgência, para que a arte pudesse potencializar a mensagem de importância do negro.

Se liga no trailer oficial:

Outras críticas importantes que você pode ler/ouvir:

Grupo B9:
(Texto) https://www.b9.com.br/136050/amarelo-emicida-netflix-critica-review/

(Podcast) Mamilos Cultura 14: Documentário “AmarElo – É Tudo Pra Ontem” – https://www.b9.com.br/shows/mamilos/mamilos-cultura-14-documentario-amarelo-e-tudo-pra-ontem/

Omelete: https://www.omelete.com.br/netflix/criticas/emicida-amarelo-e-tudo-pra-ontem

A Gazeta: https://www.agazeta.com.br/colunas/rafael-braz/emicida-fala-sobre-o-essencial-documentario-amarelo-da-netflix-1220

DOCUMENTÁRIO: “AmarElo – é tudo para ontem”.

DIREÇÃO: Fred Ouro Preto.

TEMPO: 1h29mim.

ANO: 2020.

Por Ricardo Verçoza – Professor e escritor.

Siga o blog nas redes sociais!

Instagram: @pensebem.blog

Facebook: blog.pensebem

Twitter: @Blog_PenseBem

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.