Partida sem despedida.

Talvez pelo medo…

Ou pelo temor de uma grande comoção,

A partida se despedida,

Seja melhor para o coração.

Não tem choro nem desespero,

Não tem todo aquele louco sofrimento,

De abraçar pela última vez,

E de trocar olhares embaçados pelas lágrimas.

Talvez pela revolta do fim…

Ou pela sua chegada inesperada,

A partida sem despedida,

Seja a solução mais adequada.

Não tem o silêncio constrangedor,

Tampouco se alimenta uma raiva descabida,

Por não concordar com a situação,

Que na sua essência,

Só traz dor e frustração.

Talvez pela distância…

Ou pela já evidente ausência,

A partida sem despedida,

Pudesse aumentar a resiliência.

Mas tudo isso é pura ilusão,

Já que não consigo lidar com a decepção,

Desta partida sem despedida…

É uma amargura evidente,

Que corrói a alma e devasta a mente,

Tirando a paz dia após dia.

O que me resta,

É resgatar na memória,

Os bons momentos e recordações,

Para que em cada traço da minha história,

Eu possa lidar com as imperfeições,

Que é uma partida sem despedida.

(Uma morte sem despedida).

Por Ricardo Verçoza – Professor e escritor.

Siga o blog nas redes sociais!

Instagram: @pensebem.blog

Facebook: blog.pensebem

Twitter: @Blog_PenseBem

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.