Todas as conexões ensinam

Ah, as conexões!

Tem aquela que chega de mansinho, vai criando laço, devagarinho, no ritmo dela, com calmaria de brisa de fim de tarde, faz sua morada na vida.

Tem a que chega feito furacão, bagunça tudo, arrepia a nuca, coloca pimenta nos lábios, calor no coração, vem para sacudir e abalar as estruturas da vida.

Tem a que dura uma vida inteira. Tem a que chega no verão e vai embora na quarta-feira de cinzas.

Todo encontro ensina. Todo mundo deixa um pouco em nós e nós deixamos um pouco no outro. Uma lembrança bonita, um aprendizado importante, uma cicatriz que funciona como lembrete, um laço que fica para sempre. Até os encontros que machucam são necessários. É aquele bom e velho clichê do “tudo é bênção ou lição”.

Quem o machucou, ensinou.

Quem lhe fez bem, ensinou.

Quem passou feito cometa, ensinou.

Quem permanece, continua ensinando algo.

Tudo tem hora, por que é semente de aprendizado. Refresque sua memória, recapitule e perceba: todas as conexões e os encontros contribuíram para que você seja o que é hoje.

Às vezes, o que fica é perceptível a olho nu, noutras tantas é preciso olhar com mais carinho e atenção. Sempre fica algo, sabe? Sempre. Um livro na estante, uma mania, o jeito de colocar a roupa no varal, a opção por adoçante e não por açúcar, o gosto pelo sertanejo, o ato de pensar dez vezes antes de confiar de novo, a capacidade de pisar no freio e acalmar as expectativas, o pavor de relações superficiais. Algumas manchas não vão mais desaparecer, pois estão impregnadas no que somos e na forma como enxergamos o mundo e agimos. Todo mundo leva e deixa tatuagens na alma de quem toca.

Poucas conexões estarão sempre fortes…muitas vão se perder com o tempo. A vida talvez até permita reencontros e reconexões. O importante é saber que nada é em vão. Ninguém é em vão. Por mais dolorido que tenha sido…por mais superficial que tenha sido…por mais breve que tenha sido. Foi porque tinha que ser.

Agradeça. Perdoe. E não se culpe.

Por Victor Fernandes – do livro “Pra você que teve um dia ruim”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.