Retrospectiva 2019 dos livros lidos!

O ano de 2019 foi de muitas mudanças, algumas delas boas outras ruins – mas com certeza, de muito aprendizado. Precisamos entender esse aprendizado não apenas sobre os fatos que ocorreram – por mais que tenha coisas que desagradaram-, mas sobre o que podemos fazer por nós mesmo. Eu estou buscando conhecimento, e uma das formas é através dos livros.

A proposta neste texto é fazer uma retrospectiva dos livros lidos por mim. Ano passado estipulei a meta de 12 livros e li 13; já neste ano coloquei como meta ler 15 livros, e consegui ler 17. Pode até parecer pouco, mas eu sinto um progresso grande. Os temas são diversificados, indo desde uma perspectiva mais pessoal (com livros sobre como educar melhor meu filho), até aspectos profissionais (com livros que abordagem gestão e liderança). A seguir, destacarei por mês cada livro lido, com os respectivos links (quando houver) caso você queira saber mais detalhes, junto com uma frase para inspirar a sua leitura.

JANEIRO: livro lido “O encantador da montanha”, de Eduardo Moreira, e publicado pela editora Record. O livro traz uma história breve, porém rica, entre Pólio e o mestre Laervas. Pólio Sai em busca de um tão falado sábio, que habitava uma floresta, para aprender com ele lições que serviriam para toda uma vida. Resenha completa: https://pensebem.blog/2019/01/29/o-mundo-das-palavras-reflexao-aprendizado-e-descobertas-no-livro-o-encantador-da-montanha/

Para inspirar a leitura: “O guerreiro não parte para a batalha tendo usado sua espada somente uma vez. Só o treinamento e a repetição dos exercícios o farão apto para o combate. Compreenderá melhor a si mesmo e ao mundo ao redor sempre que praticar esses exercícios.

FEVEREIRO: livro lido “Liderança radical – como renovar seu entusiasmo pelo trabalho e dar um salto em sua carreira”, de Steve Farber e publicado pela editora Sextante. É um livro que muitos poderiam categorizar como “autoajuda” de gestão, mas não tenho preconceito… muito pelo contrário, acredito que tem um grande valor para nos trazer pequenos ‘insights’ e provocações. Resenha completa: https://pensebem.blog/2019/02/15/o-mundo-das-palavras-trabalho-carreira-e-inspiracao-no-livro-lideranca-radical/

Para inspirar: “O medo pode salvar sua vida ou impedi-lo de fazer algo estúpido. Por outro lado, evitar o medo também pode impedi-lo de realizar algo grandioso, de aprender coisas novas e de crescer como ser humano.”

MARÇO: livro lido “Tapacurá – viagem ao planeta dos boatos”, de Romero Fonseca e publicado pela editora Cepe.  A história narrada (com fatos de 1975 e 2011) neste livro traz um conceito muito abordado e debatido nos dias de hoje, que é a percepção de Fake News. Resenha completa: https://pensebem.blog/2019/03/12/o-mundo-das-palavras-fake-news-e-comportamento-social-no-livro-tapacura-viagem-ao-planeta-dos-boatos/

Para inspirar a leitura: Para a maioria da população, a notícia espalhada na cidade sobre o arrombamento da barragem de tapacurá foi obra de terroristas interessados em provocar o caos social e lançar a população contra as autoridades.

ABRIL: neste mês foram lidos 2 livros:

1- “Guerreiros não nascem prontos”, de José Luiz Tejon e publicado pela editora Gente. No livro, Tejon conta como, a partir de um fato que aconteceu na sua infância, recebeu lições de seus pais para se se tornar um adulto mais preparado para os desafios da vida. Além de se colocar como exemplo, Tejon expõe situações e exemplos que o acompanharam durante toda a vida, construindo uma narrativa que tem como proposta identificar os fatores que contribuem para a formação de guerreiros. Resenha completa: https://pensebem.blog/2019/04/12/o-mundo-das-palavras-vontade-engajamento-e-vida-no-livro-guerreiros-nao-nascem-prontos/

Para inspirar a leitura: “O incômodo é genial na nossa vida… Tudo o que nos incomoda não nos acomoda… e a não acomodação é tudo na transformação da vida.”

2-Guia prático dos pais”, de Susy Camacho e publicado pela editora Green Forest do Brasil. Susy aborda o desenvolvimento da linguagem, a chegada de um irmão ou uma irmã, a preparação para a ida à escola, como enfrentar os medos (de escuro e de ficar sozinho, por exemplo). Essas são situações básicas que muitos pais vivem ao longo do desenvolvimento de seus filhos, só que às vezes falta uma abordagem mais adequada para que a criança possa ter a experiência sem maiores problemas ou traumas – e o livro trata disso. Resenha completa: https://pensebem.blog/2019/05/07/o-mundo-das-palavras-educacao-e-crescimento-saudavel-no-livro-guia-pratico-dos-pais/

Para inspirar a leitura: “A criança apresenta a necessidade de aprender a conviver com crianças da mesma idade, para desenvolver independência, conceito de divisão de brinquedos, atenção, disciplina, defesa dos seus interesses, respeito aos direitos alheios, expressar o que pensa diante de outras crianças […].”

MAIO: livro lido “Piano Vermelho”, de Josh Malerman (mesmo autor de Caixa de Pássaros) e publicado pela editora Intrínseca. O livro tem uma abordagem muito forte de suspense e sua história se passa um pouco depois da 2º guerra mundial com a banda “Os Danes”, de Detroit – Estados Unidos. Resenha completa: https://pensebem.blog/2019/06/11/o-mundo-das-palavras-pos-guerra-soldados-enigmaticos-e-um-som-misterioso-no-livro-piano-vermelho/

Para inspirar a leitura: “Ele está em uma sala que não conhecia. Faz mais frio ali do que na Unidade de Reabilitação, que, por sua vez, era mais fria do que a unidade 1. E, embora a Unidade de Reabilitação tenha sido projetada para abafar todo e qualquer som, a sala em ele está é exatamente o oposto. É um cubo: paredes, chão e teto de aço, excelentes condutores para um eco, capazes de preservar um som, qualquer som, por um tempo anormalmente longo.”

JUNHO: neste mês foram lidos 2 livros:

1-O que é meu é seu – como o consumo colaborativo vai mudar o seu (o nosso mundo)”, de Rachel Botsman e Roo Rogers, e publicado pela editora Bookman. A abordagem dada ao livro por Rachel e Roo torna a leitura bem didática devido ao grande número de exemplos. O livro é dividido em três partes: 1 – Contexto, onde o leitor fica situado (a) sobre o comportamento predatório do ser humano e uma transformação do pensamento focado no “eu” para aquele focado no “nós”; 2 – Onda, onde é apresentado a profundidade das transformações no comportamento das pessoas; e 3 – Implicações, trazendo para o leitor as influências do design, a percepção de comunidade e a evolução do consumo colaborativo. Resenha completa: https://pensebem.blog/2019/06/25/o-mundo-das-palavras-comportamento-e-sustentabilidade-no-livro-o-que-e-meu-e-seu-como-o-consumo-colaborativo-vai-mudar-o-seu-o-nosso-mundo/

Para inspirar a leitura: “A convergência de redes sociais, uma crença renovada na importância da comunidade, preocupações ambientais urgentes e a consciência de custos estão nos afastando das formas antigas, desequilibradas, centralizadas e controladas de consumismo, e nos aproximando de meios de compartilhamento, agregação, abertura e cooperação”.

2-A arte de contar histórias no século XXI – tradição e ciberespaço”, de Cléo Busatto e publicado pela editora Vozes. O livro aborda aspectos como o contador tradicional e contemporâneo, e o ressurgimento de uma profissão; a arte de contar histórias como passaporte para o imaginário; imagens, ritmos e intenções; a contação de histórias no século XXI mediado pelo suporte digital são temas abordados com leveza e sabedoria. Resenha completa: https://pensebem.blog/2019/08/30/o-mundo-das-palavras-oralidade-tempo-e-conexao-humana-no-livro-a-arte-de-contar-historias-no-seculo-xxi-tradicao-e-ciberespaco/

Para inspirar a leitura: “Na circularidade da roda está o elo entre o mundo de fora e o mundo de dentro, o que liga o objetivo ao subjetivo. Ela é quem une as oposições, transformando as dualidades passíveis de serem unas: sujeito-objeto, pensar-sentir, passado-futuro, individual-coletivo”.

JULHO: livro lido “Verdade? – porque nem tudo o que ouvimos ou falamos é verdadeiro”, da Monja Coen e publicado pela editora Best Seller. O livro traz em sua abordagem alguns ditados que já permearam conversas de diversas pessoas – e quem sabe as suas também. Resenha completa: https://pensebem.blog/2019/07/23/o-mundo-das-palavras-autoconhecimento-e-relacionamento-no-livro-verdade-porque-nem-tudo-o-que-ouvimos-ou-falamos-e-verdadeiro/

Para inspirar a leitura: “A vitória é como uma espada: ninguém se senta sobre ela. Se parar de se esforçar por se considerar vitorioso, será cortado ao meio (p. 61)”.

AGOSTO: neste mês foram lidos 2 livros:

1-Gestão da emoção – técnicas de coaching emocional para gerenciar a ansiedade, melhorar o desempenho pessoal e profissional, e conquistar uma mente livre e criativa”, de Augusto Cury e publicado pela editora Benvirá. Este livro ainda não tem resenha no blog.

2-Como saber do que se filho realmente precisa? – aprenda os 7 pilares da educação e tenha certeza de que está preparando seu filho para a vida”, de Luciana Brites e Dr. Clay Brites e publicado pela editora Gente. O livro tem uma abordagem rica e uma linguagem objetiva, e começa a ser desenvolvido pelo desafio que é educar os filhos num mundo cheio de tecnologia. Como não existe manual de instruções, especialmente devido a mudança de era e de comportamento das pessoas, como educar os filhos atualmente? Baseado em 7 pilares: educar para a frustração, para as decisões, para os conflitos, para realizar, para aprender, para o diálogo e para ser feliz. Resenha completa: https://pensebem.blog/2019/10/04/o-mundo-das-palavras-educacao-conflito-e-dialogo-no-livro-como-saber-do-que-seu-filho-realmente-precisa/

Para inspirar a leitura: “Temos certeza de que muitos filhos prefeririam a presença da família, ou experiência mais intimistas que eventos muitas vezes feitos para ostentar. Não queremos dizer com isso que não devemos fazer festas de aniversário, ou comprar brinquedos para as crianças, mas que a vida e as situações não girem em torno disso! Não temos de mostrar que somos felizes, TEMOS QUE SER FELIZES! (p. 132).”

SETEMBRO: livro lido “O melhor do Cortella (trilhas do fazer) – ideias, frases e inspirações”, do Mario Sergio Cortella e publicado pela editora Planeta. Este livro ainda está sem resenha.

OUTUBRO: livro lido “Pedagogia: diálogo e conflito”, de Moacir Gadotti, Paulo Freire e Sérgio Guimarães. Este livro ainda não tem resenha.

NOVEMBRO: neste mês foram lidos 3 livros:

1- “O mundo que não pensa – a humanidade diante do perigo real da extinção do Homo Sapiens”, de Franklin Foer e publicado pela editora LeYa. Foer apresenta um mundo onde as pessoas estão deslumbradas e imersas na tecnologia, muitas acreditando que sua privacidade e bem-estar estão sendo protegidas. Mas não é bem assim. Resenha completa: https://pensebem.blog/2019/11/06/o-mundo-das-palavras-informacao-monopolios-e-sociedade-no-livro-o-mundo-que-nao-pensa-a-humanidade-diante-do-perigo-real-da-extincao-do-homo-sapiens/

Para inspirar a leitura: “O Facebook nos protege da discordância construtiva que é capaz de mudar nossa cabeça ou nos ajudar a entender melhor o ponto de vista de outros indivíduos – mas não nos protege da estupidez onipresente nem da tagarelice das seções de comentários (p. 163)”.

2- “O melhor do Cortella (trilhas do pensar) – ideias, frases e inspirações”, de Mario Sergio Cortella e publicado pela editora Planeta. Este livro ainda está sem resenha.

3- “A coragem para liderar – trabalho duro, conversas difíceis e corações plenos”, de Brené Brown e publicado pela editora Best Seller. O livro propõe que liderança não vem com cargos, status ou poder, mas vem da capacidade de reconhecer e desenvolver o próprio potencial e ideias, sabendo usar a influência, o respeito e o diálogo para construir relacionamentos. Essa lógica requer muita coragem para se dispor a conversar com as pessoas e muitas vezes, aceitar as próprias falhas e dificuldades. Ao ter coragem, vamos, inevitavelmente, aceitando a vulnerabilidade e entendendo que ela é o caminho para a construção de uma liderança mais sólida e douradora. Resenha completa: https://pensebem.blog/2019/11/29/o-mundo-das-palavras-vulnerabilidade-confianca-e-emocoes-no-livro-a-coragem-para-liderar-trabalho-duro-conversas-dificeis-e-coracoes-plenos/

Para inspirar a leitura: “Os líderes precisam dedicar uma quantidade razoável de tempo para lidar com medos e sentimentos, ou vão desperdiçar uma quantidade exorbitante de tempo tentando gerenciar comportamentos ineficientes e improdutivos (p. 123)”.

DEZEMBRO: livro lido “As 5 linguagens do amor – como expressar um compromisso de amor a seu cônjuge”, de Gary Chapman”. Este livro ainda não tem resenha.

Se você leu alguns desses livros, compartilha comigo sua experiência!

Paz e bem!

Por Ricardo Verçoza – Professor e escritor.

Siga o blog nas redes sociais!

Instagram: @pensebem.blog

Facebook: blog.pensebem

Twitter: @Blog_PenseBem

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.