Ser pai é…

Logo no nascimento era visível que iria se tratar uma experiência incrível. Existe expectativa, sonhos, esperança… é uma mistura louca de sentimentos que me fez pensar no passado, no presente e no futuro.

A palavra-chave é novidade.

Ser pai é uma aventura,

Seja ela inesperada ou planejada,

Que conquista com enorme ternura,

Na vida que vai ser tudo, menos organizada!

Dia após dia, entre buscas por fraldas e remédios,

Seguindo com noites mal dormidas…

Os risos correm frouxos,

E um sentimento preenche meu coração:

Um singelo e nunca experimentado amor,

Que cresce numa forte admiração,

Regado a atenção e carinho

Mas com uma certa dose de temor.

A maioria dos homens não são educados para exercer a paternidade, e muitas vezes nem chegam perto disso. A masculinidade antiga e atual é tóxica, violenta, imatura… e outros tantos adjetivos que fazem dos homens, em especial aqueles que querem ser pais, vítimas de um modelo de educação que não dialoga sobre auto-responsabilidade, respeito, abertura para as diferenças, e doação.

A palavra-chave é aprendizado.

Mesmo com tantas novidades,

E consciente das incertezas,

Cada dia é uma oportunidade,

Para assumir a condição de homem,

E mesmo diante das tribulações e fraquezas,

Que eu possa viver a graça da paternidade!

E mesmo com o cansaço,

Do corpo e da mente,

Que eu possa renovar-me com o seu abraço,

Seguindo em frente,

Apesar de sentir dos inúmeros medos,

Que um dia foram dos meus pais.

Seu gradativo desenvolvimento e o espetacular ganho de autonomia me fazem pensar coisas que antes não me passavam pela cabeça… “e se cair, como ensino a se levantar?”… “como dialogar sobre respeito?”… e se um dia se frustrar, como fazê-lo entender a necessidade de seguir?” São tantas coisas, sentimentos e preocupações que às vezes penso que vou surtar.

A palavra-chave é equilíbrio.

Não existe ponto final,

Apenas as reticências que trazem as mudanças,

Revelando as mais intensas notas musicais da vida,

Onde para o despreparo, há de existir confiança,

Na caminhada que deve ser de perseverança!

Ser pai é uma das maiores descobertas que eu, como homem, posso vivenciar, pois não tem manual de instrução ou receita de bolo, nem muito menos garantias de que sempre irei acertar. É um ciclo constante de experiências que eleva a capacidade de enxergar a vida e suas alternâncias entre felicidade e tristeza. Nada está definido…

A palavra-chave é mistério.

Paz e bem.

Por Ricardo Verçoza – Professor e escritor.

Siga o blog nas redes sociais!

Instagram: @pensebem.blog

Facebook: blog.pensebem

Twitter: @Blog_PenseBem

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.