O mundo do cinema: pobreza, educação e superação no filme “O menino que descobriu o vento”

Eu acredito, sinceramente, que boas histórias precisam ser contadas… até porque podem servir de inspiração para os seres humanos que julgam que a sociedade está perdida. Bem… aventurando-me pela Netflix, encontrei o título “O menino que descobriu o vento”, com direção de Chiwetel Ejiofor. O filme, baseado em fatos reais, mostra como a educação pode ser elemento transformador de realidades, proporcionando melhora na qualidade de vida das pessoas.

Em Malawi, um país da África Oriental, limitado a norte e a leste pela Tanzânia, o garoto William Kamkwamba (interpretado por Maxwell Simba) vive com sua família em uma situação muito limitante. Com recursos escassos, o pai de William, Trywell Kamkwamba (interpretado por Chiwetel Ejiofor, de “12 anos de escravidão” e “Perdido em Marte”), se vê no desafio de prover as condições necessárias para a vida da família, e ao mesmo tempo, colocar William na escola – o que ele consegue. William é um curioso para os estudos, conseguindo resolver pequenas situações do dia a dia através do que estuda.

No entanto, uma situação da seca no vilarejo de William faz com que muitas pessoas disputem comida, ocorrendo casos de violência. Inspirado por um livro de ciências, o garoto William acredita que a solução para salvar seu vilarejo da fome é construir uma turbina eólica – mas o caminho não será fácil, nem tranquilo. E eu paro os spoilers por aqui… porque você vai ter que descobrir as variáveis do contexto, ou seja, as coisas que deixam este drama digno de debate.

O filme ainda conta com a participação de Joseph Marcell (de “Um maluco no pedaço”), Aïssa Maïga (que interpreta a mãe de William) e Lemogang Tsipa (que interpreta um dos professor de William). A realidade passada no filme é “comum” em vários países pelo mundo, e com o Brasil não seria diferente. A tradição que ainda persiste em colocar as crianças em atividades braçais, privando-as de estudar e se desenvolver, limita o próprio potencial delas, e consequentemente, de um determinado local que pode colher os frutos do conhecimento. Uma história realmente INSPIRADORA!

Filme: “O menino que descobriu o vento”.

Direção: Chiwetel Ejiofor.

Tempo: 1h e 53 mimutos.

Gênero: Drama.

Ano: 2019.

Trailer:

Por Ricardo Verçoza – Professor e Escritor.

Siga o blog nas redes sociais!

Instagram: @pensebem.blog

Facebook: blog.pensebem

Twitter: @Blog_PenseBem 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.