História contada: educação e desenvolvimento infantil no documentário “O começo da vida”

Depois que se torna mãe ou pai, especialmente neste século e sociedade, há uma tendência de se buscar mais informação para educar melhor este pequeno ser humano, e também para se preparar. Mas para o quê? Para o processo de se tornar mãe e pai, que não é fácil: nascimento, cuidados, alimentação… e a lista não para por ai. São tantas coisas e sentimentos que nossa própria natureza não nos condiciona a entender que daremos conta desta nova experiência, até porque surgem muitas dúvidas!

Particularmente, nesta busca por mais informação para me tornar um pai com mais consciência de como posso afetar o crescimento do meu filho, descobri a série “O começo da vida”. É uma série curta, de apenas (eu espero que não) 1 temporada com 6 capítulos – cada um com 40 minutos de duração, em média.

Com a participação de especialistas e personagens (de diversas partes do mundo), a série aborda questões como: o entendimento de que o bebê já assimila vários sentimentos já na barriga da mãe; o processo de se torna mãe e pai; a importância da capacidade de aprendizagem e criativa para seu desenvolvimento; a influência de fatores negativos que tiram das crianças a verdadeira infância; a responsabilidade da sociedade perante essas crianças; e a importância do relacionamento para o desenvolvimento de uma identidade própria.

A linguagem é objetiva e bastante clara, o que facilita o entendimento, e em cada capítulo há uma abordagem tratando de um ponto fundamental para o crescimento do bebê.

Esta série é sobre a importância da primeira infância e mostra por que o amor e o carinho são tão fundamentais na criação dos filhos. Se você vai ser mãe ou pai, ou está com uma criança de poucos meses ou anos, recomendo esta série. Entre as várias ofertas de informações que nos dão a possibilidade de sermos pais melhores, este é um tipo de conteúdo que vale a pena assistir. O documentário estreou no cinema, mas virou uma série, e está disponível na Netflix.

TRAILER:

Documentário: “O começo da vida”.

Direção: Estela Renner.

Produção: Maria Farinha Filmes.

Paz e bem!

Por Ricardo Verçoza – Professor e escritor. 

Siga o blog nas redes sociais!

Instagram: @pensebem.blog

Facebook: blog.pensebem

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.