O mundo das palavras: comportamento no livro “O poder do hábito – por que fazemos o que fazemos na vida e nos negócios”

Você já se perguntou por que faz sempre algo de uma mesma forma? Por exemplo: ‘porque sempre dorme de um lado da cama?’, ‘porque come sempre uma certa comida?’ ou ainda, ‘por que fuma a mesma quantidade de cigarros por dia?’ Bem, tudo isso é influenciado por nossos hábitos, e que muitas vezes nem nos damos conta de que eles interferem na nossa vida.

Se nós somos o somatório de nossos hábitos, existe alguma chance de mudá-los? Sim, e a leitura do livro “O poder do hábito – por que fazemos o que fazemos na vida e nos negócios” vai lhe mostrar que seja na rotina pessoal, ou no mundo do trabalho, quando problemas começam a aparecer por conta de maus hábitos, é possível entende-los e alterá-los. O livro é bem didático, traz informações de pesquisadores confirmando as teorias, ou seja, não é, na minha opinião, uma enganação.

No transcorrer da leitura você entender, também pelo conhecimento de história de pessoas e empresas, que os hábitos têm uma forte influência sobre cada um, fazendo-nos seres humanos exemplares na vida pessoal e profissional, ou um desastre, levando-nos a aumentar de peso, perder o controle das emoções ou até se viciar em drogas ou jogos de azar. Essa perspectiva do hábito em nossa vida é proposta no livro pela tríade DEIXA-ROTINA-RECOMPENSA, onde: a “deixa” pode ser um sentimento ou algo que precisa ser feito; a “rotina” é a sequência constante com que você faz algo; e por fim, a “recompensa” é o resultado (de prazer) sobre aquilo que foi feito.

Outro ponto importante do livro é a percepção, nas relações sociais dos “Laços Fortes” e dos “Laços Fracos”. Um amigo seu é um laço forte, devido à proximidade com você, já um amigo do seu amigo – que para você é um conhecido-, é um laço fraco. E o que isso tem com os hábitos e transformações em nossa sociedade? Tudo! As mobilizações sociais em torno de algum tema é definida pela capilaridade dos laços fortes e fracos em pról de algo. Casos como o de Martin Luther King Jr ajudam a entender como pode ser forte a articulação entre pessoas.

Resumindo… você começa a se perceber melhor (porque isso aconteceu comigo) e também começará a analisar o comportamento de outras pessoas com um pouco mais de clareza. Quando se trata de hábitos, e como eles nos afetam, essa leitura é EXCELENTE!

Livro: O Poder do hábito – por que fazemos o que fazemos na vida e nos negócios.

Autor: Charles Duhigg.

Editora: Objetiva.

Ano: 2012.

Paz e bem.

Por Ricardo Verçoza – Professor, escritor e mestrando em Indústrias Criativas.

@CapitaoCoragem

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s